Estudante de 18 anos cria menor satélite do mundo (e com impressão 3D)

img-post
Conheça a mega-usina solar da Tesla em Kauai, no Havaí
6 de junho de 2017
img-post
Talvez precisemos acabar com a autoconfiança dos robôs se quisermos que eles sejam bons
13 de junho de 2017
Mostrar todos posts

Estudante de 18 anos cria menor satélite do mundo (e com impressão 3D)

img-post

Rifath Sharook é um jovem indiano de 18 anos de idade que já tem um recorde no currículo: ele desenvolveu o menor satélite do mundo. Como se não bastasse essa proeza, a sua criação será lançada ao espaço pela NASA no dia 21 de junho.

Morador da cidade de Pallapatti, no estado indiano de Tamil Nadu, o estudante criou um aparato espacial que pesa apenas 64 g. Batizado KalamSat, em homenagem ao ex-presidente da Índia e cientista nuclear A. P. J. Abdul Kalam, o satélite é um cubo de 4 cm.

Além de ser o menor e mais leve satélite já criado, o KalamSat também é o primeiro produzido a partir de impressão 3D. Sua principal matéria-prima é um polímero de fibra de carbono, que proporciona resistência necessária à peça. O projeto de Sharook foi selecionado por meio de uma competição co-organizada pela NASA, chamada “Cubes in Space”.

Missão espacial

O mini satélite foi criado com o objetivo de demonstrar o desempenho da fibra de carbono impressa em tecnologia 3D. Ele será lançado ao espaço a partir da Ilha Wallops, na costa leste dos Estados Unidos, onde está localizada uma das instalações da NASA.

A missão do KalamSat será realizar um voo suborbital de 240 minutos, operando por cerca de 12 minutos em ambiente de microgravidade espacial. Com isso, será possível analisar o comportamento da estrutura da peça.


O aparato tem apenas 4 cm e pesa 64 g (Foto: Divulgação)

O satélite possui computador de bordo e oito sensores internos integrados, que medem a aceleração, a rotação e a magnetosfera da Terra. Toda essa tecnologia precisou caber no pequeno cubo de 64 g para que o jovem indiano pudesse vencer a competição e ver seu projeto ser lançado ao espaço.

Para isso, ele precisou pesquisar diferentes modelos de satélites de todo o mundo, até descobrir que a sua invenção era a mais leve até então. Para viabilizar a produção da peça, ele contou com o financiamento de uma organização chamada “Space Kidz India”.

Não é a primeira vez que o estudante surpreende com uma invenção. Em 2015, ele criou um balão meteorológico de de hélio que pesava 1,2 kg. O aparato participou da competição “Young Scientist India” daquele ano.

Confira no vídeo abaixo mais informações e imagens:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *