Crise energética na China ameaça abastecimento de cadeia global

Perfuração de circuitos impressos ! Como funcionam?
29 de setembro de 2021
Transferência de imagens nos circuitos impressos
9 de outubro de 2021
Mostrar todos posts

Crise energética na China ameaça abastecimento de cadeia global

Uma crescente crise no fornecimento de energia na China está causando apagões em casas e forçando as fábricas a cortar a produção, ameaçando desacelerar a vasta economia do país e colocar ainda mais pressão nas cadeias de fornecimento do mundo todo.

As empresas nos centros industriais do país foram orientadas a limitar seu consumo de energia a fim de reduzir a demanda, informou a mídia estatal. E o fornecimento foi cortado para algumas casas, supostamente até prendendo pessoas em elevadores.

A China foi atingida por uma crise de energia semelhante em junho, mas a situação está piorando por causa do que é chamado de “tempestade perfeita”. Suas indústrias estão enfrentando enorme pressão do aumento dos preços da energia e de Pequim para combater as emissões de carbono.

O maior poluidor do mundo está tentando cumprir a promessa de que suas emissões de carbono atingirão o pico antes de 2030. Isso exige que suas províncias usem menos combustível fóssil para cada unidade de produção econômica, por exemplo, queimando menos carvão para gerar energia. Ao mesmo tempo, a demanda por produtos fabricados na China aumentou à medida que a economia global emergia da pandemia.

O racionamento de energia pode criar novas dores de cabeça para a cadeia de suprimentos de tecnologia, de acordo com Dale Gai, um diretor da Counterpoint Research, embora provavelmente não tão severo quanto a escassez mundial de chips de computador que atrapalhou tudo, de carros e máquinas de lavar a outros eletrônicos.

Alguns meios de comunicação estatais chineses também pediram que um equilíbrio seja alcançado entre o cumprimento das metas climáticas e a permissão para que a crise de energia saia do controle.

Os comentários estão fechados.

×