Transferência de imagens nos circuitos impressos

Crise energética na China ameaça abastecimento de cadeia global
30 de setembro de 2021
Moscou estreia pagamento de metrô com identificação facial
15 de outubro de 2021
Mostrar todos posts

Transferência de imagens nos circuitos impressos

Você sabe como são formadas as trilhas da placa de circuito impresso?
Aqui na Micropress, usamos uma super-máquina a Laser que faz a impressão das trilhas na superfície do laminado, em um polímero que é sensível ao feixe de luz. Desta forma, é possível obter uma definição da largura das pistas e ilhas muito mais precisa do que a exposição usando fotolitos e excelente posicionamento da imagem sobre a placa de circuito impresso já furada.

A definição das pistas por fotolitos é uma tecnologia mais antiga. Isto porque a fotogravação neste processo é definida através do contato direto do filme com a placa. A partir do fotolito, copia-se em uma prensa de contato simples alguns diazos, que são filmes cópias que tem características especiais para o processo de transferência de imagem fotográfica. Desta forma, há uma concatenação de imprecisões, impactando na qualidade de placas com pistas finas.

Em seguida o painel é revelado, pronto para a metalização dos furos. Quer saber mais? Curta, siga-nos e compartilhe esse conteúdo com aquele amigo que gosta de eletrônica e quer saber mais sobre circuito impresso! Até a próxima!

Os comentários estão fechados.

×