Brasileiro de apenas 7 anos programa jogo e ganha concurso da NASA

img-post
Evento sobre inovação e futuro discute a transformação digital
9 de maio de 2017
img-post
Corre! Olimpíada Brasileira de Robótica recebe inscrições até dia 20 de maio
17 de maio de 2017
Mostrar todos posts

Brasileiro de apenas 7 anos programa jogo e ganha concurso da NASA

img-post

Estudantes com até 18 anos do mundo todo podem participar do concurso Nasa Ames Space Settlement Contest, idealizado pela agência espacial americana. Ele acontece anualmente e aborda o tema da colonização espacial, dividido em variadas categorias. A média de participação são 6 mil jovens e, em 2017, um brasileirinho se destacou.

Falamos no diminutivo, sim, pois se trata de um garoto de apenas 7 anos! João Paulo Guerra Barrera foi premiado por criar um jogo inspirado em um livro sobre o espaço, que também escreveu. Apesar de existir inúmeras sessões da competição separadas por idade, o pequeno concorreu ao grande prêmio e outros de mérito literário e artístico, nos quais jovens de todas as idades participam.

Rumo ao livro dos recordes

O concurso visa estimular o estudo da ciência através das criações e invenções dos concorrentes. João dividiu o prêmio de Mérito Literáriocom a indiana Nanitha Varma N., que inscreveu um poema de sua autoria.

O menino inscreveu um jogo que ele mesmo desenvolveu e programou – ele teve aulas de programação e contou com a ajuda de seu professor. Trata-se do game Sonic World Space Settlement, baseado em seu livro No Mundo da Lua e dos Planetas/In the World of the Moon and the Planets, que conta a história de três crianças que constroem um foguete a partir de peças recicladas e sai em viagem de exploração dos planetas do sistema solar.

“Eu me senti muito feliz, e com vontade de passear no espaço com gravidade zero”, afirmou João, quando descobriu que levou o prêmio. O objetivo do garotinho agora é gravar seu nome no Livro dos Recordes como o mais jovem escritor a publicar um livro bilíngue.

Parece que o céu não é o limite para ele, não é mesmo? Dê sua opinião sobre a presença de pessoas cada vez mais jovens em grandes empreitadas como esta. Ah, e clique aqui para conhecer e jogar o game criado por João.

Fonte: Blog da Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *